SES inicia oficina de humanização no atendimento administrativo

Por: Eduardo Santinon – esantinon@sorocaba.sp.gov.br

Foto: Assis Cavalcante

 

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES) deu início nesta quinta-feira, dia 7, a uma Oficina de Implementação da Política Nacional de Humanização, com o objetivo de melhorar a qualidade e agilizar o atendimento nas unidades de saúde da rede municipal. Ao todo, cerca de 300 servidores serão capacitados, sendo que inicialmente neste mês de abril, serão três encontros semanais, a atender 120 pessoas que atuam nos setores administrativos ligados à SES.

O secretário da Saúde Francisco Fernandes fez a abertura do evento, realizado no auditório da Fundação Ubaldino do Amaral (FUA), no Alto da Boa Vista. “A meta desta capacitação é o encaminhamento de maneira mais adequada das demandas de pacientes. Evitar informações desnecessárias, aproximar as equipes de atendimento de diferentes unidades e acabar com a mania de passar o problema para o outro”, destacou.

Nesse sentido destacou a importância do atendimento humanizado. “É tornar humana essa assistência. Isso passa por uma melhor organização, comunicação, acolhimento e que cada um coloque em prática o seu talento. Temos que saber como melhor atender o nosso cliente e contribuir para diminuir ou evitar o sofrimento dos pacientes”, complementa Fernandes.

A oficina serve ainda para assegurar a aplicação correta de procedimentos definidos pela SES e garantir equidade no atendimento. Recepcionista na Unidade Pré-Hospitalar Zona Oeste, Liliana Bueno, elogiou a iniciativa. “Veio em boa hora. Vai ajudar na resolução de problemas diários de forma mais rápida. É uma das melhores iniciativas da qual participo nestes dez anos de serviços”, frisou.

Mais turmas

Em maio, será a vez dos enfermeiros passarem por treinamento em humanização no atendimento, sendo que em junho os coordenadores de unidades é quem serão capacitados. “Serão 150 enfermeiros e 40 coordenadores. Cada treinamento tem um enfoque específico para o seu público-alvo. No final ainda haverá um encerramento com a presença dos três seguimentos assistidos nesta oficina, como forma de integrar as equipes.”, adiantou o secretário da Saúde.

Durante o treinamento, cada público-alvo receberá orientações quanto à comunicação e expressão, ética profissional e relações de trabalho, além de empreendedorismo. Mais especificamente, o participante terá instruções que enfocam comunicação verbal e não verbal, escuta qualificada, postura, olhar e segurança dos fluxos de trabalho, conceitos éticos, além de respeito às crenças e valores. “O objetivo é qualificar os procedimentos da Política Nacional de Humanização, já implementados em Sorocaba, a fim de reduzir filas e o tempo de espera, dar um atendimento mais acolhedor e resolutivo”, aponta a supervisora de Área da Saúde da SES, Diéssika Falleiros.

Outros temas que serão trabalhados na oficina são: princípios e diretrizes da Política Nacional da Atenção Básica à Saúde, Política Municipal de Humanização, Liderança Servidora, Práticas Integrativas, Regulação Municipal e organização de serviços e fluxos, além de empreendedorismo. A oficina conta com palestras de representantes das secretarias da Saúde e de Planejamento e Gestão (SPG), com apoio da Secretaria da Administração (Sead).

“Temos 7 PAs e UPHs, sendo que o preconizado é um para cada 200 mil habitantes, alguns até com demanda reduzida, mas que são importantes para diminuir a distância do paciente. Diante da grandiosidade do nosso município, temos muitos gargalos no SUS, cuja maioria deles temos condições de resolver, desde que com o apoio de todos. E a capacitação das equipes é ponto fundamental nesse processo”, finaliza Fernandes.

 

 

Tags:, ,