SES padroniza preenchimento de guias médicas

Por: Eduardo Santinon – esantinon@sorocaba.sp.gov.br

 

A Secretaria da Saúde se Sorocaba (SES) adota, a partir desta sexta-feira (1º de abril), um novo modelo de preenchimento da guia de referência médica de pacientes atendidos na rede municipal. A medida seguirá os parâmetros definidos no Protocolo de Encaminhamento de Especialidades Médicas, implementado desde o último dia 17 de março, que tem o objetivo de unificar e padronizar os procedimentos na rede, com os objetivos de subsidiar o encaminhamento correto de demanda de pacientes, propiciar oferta adequada e garantir equidade no atendimento.

Obrigatoriamente, cada guia deve trazer a classificação de prioridades, a identificação da Unidade de Saúde, bem como do profissional (carimbo e assinatura) responsável, além da data. Outra recomendação ao corpo médico é o preenchimento de forma clara e legível da guia, constando informações mais minuciosas quanto ao quadro clínico do paciente, hipóteses de diagnóstico, solicitações de exames e demais explicações.

“Trata-se de um documento de comunicação que, bem preenchido, vai nortear de forma mais precisa os procedimentos de consulta e tratamento. Por isso, estamos pedindo o empenho de todos os profissionais em colaborar com essas novas regras”, justifica o secretário da Saúde, Francisco Fernandes. Segundo ele, colocar em prática todo o Protocolo, e de maneira eficiente, é um desafio que tende a implicar na melhora do atendimento ao paciente, desde o seu acolhimento na UBS.

Monitoramento

Já a partir desta sexta-feira (1º), as guias serão avaliadas conforme o protocolo, em reuniões periódicas por um colegiado que foi responsável pela elaboração do modelo e que tem ainda incumbência de monitorar e avaliar todo o processo. O grupo agrega representantes da Central de Regulação de Vagas, Policlínica Municipal de Especialidades, das regionais de Saúde da SES, além de diretores das Áreas de Atenção e Educação em Saúde.

Caberá a esse grupo, inclusive, propor ações para melhorar a qualidade do atendimento, aponta o coordenador da Área de Educação em Saúde da SES, Diego Garcia Diniz. Nesse sentido, o munícipe também poderá atuar como agente fiscalizador, inclusive, apontando falhas. O protocolo completo está disponível para consulta no Portal da Prefeitura (www.sorocaba.sp.gov.br ).

Para os meses de abril, maio e junho estão programados treinamentos específicos, respectivamente, de recepcionistas, enfermeiros e supervisores de unidades, para que apliquem corretamente os procedimentos definidos pelo novo protocolo. “A meta é melhorar mais a rede de atendimento em saúde, errando menos, otimizando recursos e agilizando processos”, finaliza o secretário.

guia médica

 

 

Tags:, ,