SES promoveu encontro sobre autoconhecimento com seus funcionários

Por: Thuanne Souza (Programa de Estágio)

Foto: Fernando Abreu

 

A Prefeitura de Sorocaba por meio da Secretaria da Saúde (SES), realizou na segunda-feira (26), um encontro com o tema “Autoconhecimento: o primeiro passo para a qualidade de vida”, ministrado pela conselheira do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren), Érica Chagas. O evento gratuito, voltado aos enfermeiros, técnicos de enfermagem, coordenadores e supervisores de área, foi realizado no auditório da Apae e contou com a presença de 65 profissionais da SES.

O projeto faz parte de uma reorganização da Área de Atenção Primária da SES, que tem o intuito de manter momentos de educação permanente, em que haja uma discussão coletiva e participação dos profissionais. O objetivo do encontro foi de facilitar o autoconhecimento, convidando o indivíduo a olhar para dentro de si e ver como é possível transformar sua vida, traçando uma meta, e proporcionar um momento de autocuidado com os profissionais da Rede de Atenção Básica.

“Este é um momento de cuidado, de colaboração e de amparo. Nós da área de Atenção Primária nos preocupamos com esses profissionais, pois, sabemos que hoje as Unidades Básicas de Sáude (UBSs) são a linha de frente no atendimento ao cidadão. Por isso, nos preocupamos com o preparo do profissional e o cuidado com ele enquanto indivíduo”, contou a supervisora de área da Atenção Primária da SES, Karin Cristina Oliveira.

Duas dinâmicas foram utilizadas como ferramentas de coaching para ajudar os participantes a identificarem melhorias para a qualidade de vida. Uma delas foi “1 Minuto de Meditação”, que teve por intuito levar o indivíduo a silenciar o cérebro, para ele se realinhar e seguir a diante. A outra foi a “Roda da Vida”, na qual os participantes elencaram áreas da vida com notas de satisfação. Essa avaliação possibilita a compreensão do que precisa ser melhorado, traçar uma meta e elaborar um plano de ação para impulsionar a qualidade de vida.

A palestrante Érica Chagas reforça a importância de dar continuidade às dinâmicas. “Não basta fazer uma vez, o exercício deve ser constante, pois a nossa vida não é engessada. Hoje eu posso estar bem em todos os aspectos, mas daqui a três meses pode acontecer algo e algumas áreas passem a precisar de mais atenção. Essa é a vida, que constantemente traz desafios e precisamos aprender a lidar com eles”, explicou. Ela ainda complementa com o valor do autoconhecimento. “Quando você se conhece, você consegue ver o que desenvolve bem e o que ainda é um desafio. Relacionando com o trabalho, vai ajudar a melhorar a sua atuação como profissional, trazendo um aprimoramento constante” completou.

A Secretaria da Saúde pretende manter esses encontros de educação permanente uma vez por mês, voltados aos profissionais de todas as UBSs.

 

 

Tags: