Sorocaba antecipa Ministério da Saúde na força-tarefa em combate aos escorpiões

Por: Marcelo de Almeida Júnior - marcalmeida@sorocaba.sp.gov.br

A gestão do prefeito José Crespo, preocupada com a saúde pública e o aparecimento de escorpiões na cidade, iniciou uma força-tarefa em combate a este aracnídeo na última sexta-feira (14). Esta decisão antecipou até mesmo o Ministério da Saúde, que anunciou sua intensificação no dia 17 de dezembro. Só no primeiro dia de trabalho, Sorocaba visitou 136 casas e retirou cinco caminhões de entulhos da região da Vila Helena.

Para que as ações fossem completas, a Secretaria da Saúde (SES), por meio da Divisão de Zoonoses, contou com o apoio das secretarias de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo) na retirada de entulhos em área pública, Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema) para roçagem de mato alto, e Comunicação e Eventos (Secom) para divulgação de orientações na imprensa e redes sociais. Além do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) para limpeza de bocas de lobos.

Durante as visitas nas residências agentes da Zoonoses verificam condições favoráveis da proliferação do escorpião e também passam as orientações à população, inclusive com um folheto explicativo.

De acordo com a Secretaria da Saúde (SES), essa iniciativa do prefeito José Crespo tem como enfoque a sensibilidade e conscientização da população para que contribuam no combate da proliferação de escorpiões em Sorocaba.

As atividades tem continuação nesta quarta-feira (19) e após a conclusão do trabalho na localidade, será divulgado as próximas regiões a receberem a intensificação de acordo com a vulnerabilidade de proliferação de escorpiões.

Para a secretária da Saúde, Dra. Marina Elaine Pereira, é muito importante a colaboração da população em conjunto dessa força-tarefa. “Precisamos que a população não jogue entulho em locais públicos, isso traz um grande dano à saúde pública. E caso alguém encontre um escorpião, acione a Zoonoses do modo correto, pois isso facilita o monitoramento e trabalho do órgão competente”, enfatiza a secretária.

Ações em UBSs

Na última sexta-feira (14) as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Rodrigo e Nova Esperança, realizaram atividades para fortalecer os cuidados ao escorpião. No Rodrigo, Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) receberam uma capacitação que tratou de arboviroses (dengue, chikungunya, zika e febre amarela) e sobre animais sinantrópicos (escorpião, morcego, rato e etc). Dessa forma, esses profissionais se tornaram multiplicadores para colaborar com a população no cotidiano do trabalho em comunidade.

Já na UBS Nova Esperança, uma equipe da Zoonoses esteve presente com uma exposição sobre animais sinantrópicos e folhetos informativos para os pacientes que passavam pelo local.

Orientações à população

No caso de uma pessoa ser picada por um escorpião, a Zoonoses orienta que procure atendimento médico imediato, seja nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Prontos-Atendimentos (PAs), Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) ou Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Nestas unidades, o médico vai definir qual vai ser a conduta a ser tomada. Se for a indicação de soro antiescorpiônico, é feito encaminhamento ao CHS.

Caso necessite eliminar um escorpião, utilize ação mecânica (objeto) sempre tomando cuidado de manter distância entre sua mão e o animal. Os escorpiões somente picam quando são tocados e se sentem ameaçados. É possível, também, acionar a Zoonoses por meio do canal 156 ou pelo site da Prefeitura: http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento/#/Home/Solicitacao ou ainda procurar uma das Casas do Cidadão para registrar a ocorrência.

Em seguida, uma equipe técnica vai ao local, faz a inspeção da área e monitora o porquê da infestação. O aracnídeo é resistente ao uso de inseticida, ao contrário do que muitos pensam. É ineficaz aplicar. Eles são muito resistentes, conseguem ficar meses sem se alimentar, em condições adversas.

Muito mais por Sorocaba!

Tags: