Unidades do Creas realizam mais de mil atendimentos no 1º semestre

Por: Gabriela Almeida (programa de estágio) - Supervisão de Marcelo Andrade

Muitas das famílias e munícipes da cidade de Sorocaba passam por dificuldades ou tem seus direitos violados, e, muitas das vezes, não conhecem dos programas fornecidos pela Prefeitura para os auxiliarem em momentos como este. O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), pertencente à Secretaria de Igualdade e Assistência Social (Sias), da Prefeitura de Sorocaba, realizou, no primeiro semestre deste ano, 1.381 atendimentos às famílias e pessoas que estão em situação de risco social, pessoal e/ou tiveram seus direitos violados.

Foi em abril o maior número de atendimentos entre as três unidades do município (Creas Norte, Oeste, Sul/Leste), onde foram realizados 273 atendimentos, seguido de março, com 271 atendimentos aos que procuraram por auxílio.

O Creas trata-se de uma unidade pública da Política de Assistência Social, que trabalha de forma articulada com toda rede de serviços, priorizando o fortalecimento dos vínculos familiares, e tem como principais objetivos a promoção de direitos, proporcionar acolhida e escuta qualificada, o fortalecimento da função protetiva da família e a prevenção de agravamentos e rompimento de vínculos.

Tipos de direitos violados e atendidos

Seus atendimentos procuram, sempre, auxiliar famílias e indivíduos que têm seus direitos violados, como: violência física, psicológica e negligência; violência sexual; afastamento do convívio familiar devido à aplicação de medida de proteção; abandono; trabalho infantil; discriminação por orientação sexual e/ou raça/etnia; cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade por adolescentes, entre outras.

Os serviços ofertados pelos Creas abrangem atendimentos sistemáticos, em que as famílias auxiliadas recebem acompanhamento de assistentes sociais, psicólogos, além de outros profissionais do Suas.

Além disso, também é fornecido uma Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), construído em conjunto com a família, onde um plano de superação dos acontecimentos que levaram aos direitos violados é montado. São realizados atendimentos nos Creas, visitas domiciliares/institucional, encaminhamentos e compartilhamentos na articulação com a Rede e reuniões de discussão de caso.

Famílias e indivíduos atendidos

No último mês, foram realizados 221 atendimentos nas três unidades distribuídas pela cidade. As principais formas de busca dos munícipes pelos atendimentos vem, muitas das vezes, de forma espontânea, onde já existe um conhecimento relacionado aos atendimentos realizados por tais unidades, além de conhecer os programas pertencentes a Prefeitura.

Com o número de atendimentos realizados no primeiro semestre, é possível observar que as famílias e indivíduos auxiliados aumentou, tendo picos mais altos entre março e abril (271 e 273, respectivamente), e em seguida se mantendo entre 172 e 240 atendimentos nos outros meses do primeiro semestre.

Caso o munícipe se identifique e queira procurar o atendimento, basta comparecer a uma das três unidades:

CREAS Norte: Rua Fernando dos Santos, 235, Vila Progresso.

Telefone para contato: (15) 3223-5319

CREAS Oeste: Rua Cônego André Pironi, 256, Jardim Guadalajara.

Telefone para contato: (15) 3211-5070

CREAS Sul/Leste: Rua Santa Cruz, 116, Centro.

Telefone para contato: (15) 3219-1926.

Tags: