Urbes garante terminais e rodoviária livres de focos da dengue

Por: Leandro Nogueira - comunicacao@urbes.com.br
Crédito da fotos: Gabriel Roseno

Os terminais de ônibus e rodoviária de Sorocaba estão livres dos focos do mosquito Aedes Aegypti. Em média, cerca de 100 mil pessoas passam diariamente por esses locais, todos monitorados para que não haja criadouros do inseto transmissor da doença. Por meio da Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade, a equipe de Comissão de Combate à Dengue da Urbes-Trânsito e Transportes atua preventivamente, impedindo o acúmulo de água parada ou tratando com produtos como detergente, para impossibilitar o desenvolvimento das larvas 

O secretário de Mobilidade e Acessibilidade da Prefeitura e presidente da Urbes-Trânsito e Transporte, Luiz Alberto Fioravante, ressalta que esse trabalho é permanente, mas ganha ainda mais importância no momento em que cresce o número de casos da doença pela cidade. “As vistorias ocorrem ao menos uma vez por semana, não há chances das larvas crescerem. Os passageiros e nossos profissionais estão seguros em qualquer prédio da Urbes”, enfatiza o secretário Fioravante. 

O coordenador da Comissão de Combate à Dengue da Urbes, José Alfredo Scarpelli Junior, explica que além dos terminais e da rodoviária, a comissão mantém livres dos focos da dengue todas as instalações da Urbes, como por exemplo, na sede no Campolim e no Centro de Controle Operacional (CCO), no bairro Barcelona.  

“Procuramos e retiramos todos os possíveis criadouros, verificamos se os furos no fundo das lixeiras estão desobstruídos e nos locais que acumulam água e são impossíveis de serem eliminados nós colocamos produtos químicos, como sabão líquido por exemplo”, explica Scarpelli.  A comissão também trabalha a conscientização dos profissionais da Urbes e sociedade por meio de faixas e distribuição de panfletos, como inclusive é feito quando há blitzes no trânsito com a equipe de Educação para o Trânsito da Urbes. 

Tags: