Ziraldo, o tamanduá nascido no zoo, completa um ano de vida e ganha festa

Por: Secom Sorocaba

O Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, localizado na Vila Hortência, esteve em festa na manhã desta sexta-feira (11). O tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla) Ziraldo, nascido no zoo no ano passado, completou um ano de vida e ganhou um presente especial da equipe do parque. Quase 100 pessoas, entre público e funcionários, puderam acompanhar o momento especial.

A ação foi promovida pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema). “A atividade além de promover educação ambiental ao público, também é uma forma de promover o bem-estar animal, através do enriquecimento ambiental”, explica o secretário da Sema, Jessé Loures.

Embalado como presente numa caixa de papelão, Ziraldo ganhou um cupinzeiro. A atividade ocorreu no gramado do zoo, em frente ao lago. As pessoas puderam ouvir a história do tamanduá, que nasceu no zoo pesando apenas 1,5 kg e foi abandonado pela mãe, e ainda saber mais sobre a espécie, que é exclusiva da fauna brasileira e está classificada como ‘vulnerável’ de extinção pela União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

 

História do Ziraldo

Ziraldo nasceu no dia 7 janeiro de 2018 no zoo e foi rejeitado pela mãe, de modo que sua criação e desenvolvimento saudável aconteceu graças a um grande esforço da equipe do Setor de Biologia e Veterinária do “Quinzinho de Barros”.

No dia do nascimento, o tratador da espécie chamou o Setor Veterinário, pois havia encontrado um filhote de tamanduá no recinto. Quando a equipe de Veterinária e de Biologia chegou ao local, encontrou o animal caído, sujo de terra, com pedaços de placenta e parte do cordão umbilical aderidos ao corpo, molhado e com temperatura baixa. Imediatamente ele foi limpo e enrolado em um cobertor e levado ao Setor Veterinário, onde foram realizados os cuidados neonatais, como limpeza do umbigo, aquecimento e fornecimento de soro para evitar desidratação. Ele pesava apenas 1,5Kg e foi carinhosamente batizado pela equipe com o nome de Ziraldo.

Durante as primeiras 24h, o filhote recebeu soro aquecido por mamadeira a cada duas horas e quando passou a mamar foi dado então o leite, preparado com uma mistura especial para atender às necessidades nutricionais desta espécie. O mesmo também era dado a cada duas horas mesmo durante a madrugada, até o filhote passar a se alimentar sozinho no pote. Isto levou em torno de cinco meses. A partir de então, com ele já se alimentando sozinho, era ofertada mamadeira somente durante o dia e a noite o leite era colocado em um pote. Os médicos veterinários Leandro Reis e Beatriz Maccari foram os profissionais que dedicaram suas noites como amas do Ziraldo nos primeiros meses de vida dele.

Com aproximadamente 10Kg, e o filhote já com sete meses de vida, teve início o desmame do leite para a papa dos animais adultos. Quando ele passou a pesar 12Kg já estava se alimentando somente de papa. Hoje ele está pesando 15Kg e continua se desenvolvendo da maneira esperada, bem ativo e brincalhão.

 

Muito mais por Sorocaba!

 

 

 

Tags: