Zona Azul começa a funcionar em Sorocaba

Por: Mariana Campos

O estacionamento rotativo – mais conhecido como Zona Azul – começou a funcionar nesta segunda-feira (20) em Sorocaba, com 815 vagas distribuídas em 28 ruas do Centro. Para divulgar e orientar a população sobre as regras de trânsito, a Urbes – Trânsito e Transportes está realizando uma campanha educativa nas ruas da região central, com distribuição de material informativo. Somente neste primeiro dia, foram realizadas cerca de 600 abordagens.

A revitalização da Zona Azul tem como objetivo aumentar a oferta de vagas de estacionamento, através da rotatividade, auxiliar na fluidez do trânsito, otimizar o acesso da população aos serviços e atividades econômicas do Centro de Sorocaba, além de combater o comércio clandestino de cartões e coibir a atuação dos guardadores de carro, mais conhecidos como “flanelinhas”.

De acordo com a Urbes, a ação educativa ocorrerá até o dia 8 de abril e é importante para que as pessoas saibam como funciona a Zona Azul e sejam esclarecidas todas as dúvidas dos munícipes. Somente após este período, a partir do dia 10 de abril, é que a Urbes realizará a fiscalização, com autuação de irregularidades.

Durante a campanha, vestindo uma camiseta da Zona Azul, os educadores abordam as pessoas e explicam, por exemplo, quais são os postos de venda autorizados do talão da Zona Azul, a maneira correta de colocar o cartão no interior do veículo, a necessidade de observarem o tempo máximo de permanência nas vagas, além de responder outras dúvidas dos condutores. Caso o carro esteja estacionado sem o proprietário por perto, os educadores colocam um material informativo no espelho do retrovisor, alertando que aquela é uma vaga da Zona Azul e que é necessário o pagamento de uma tarifa obrigatória.

O guarda-vidas Paulo Batista foi uma das pessoas orientadas pela equipe de Educação para o Trânsito da Urbes neste primeiro dia de campanha. Segundo o cidadão, que frequenta o Centro de Sorocaba, a revitalização da Zona Azul é positiva. “Acredito que vai melhorar bastante, principalmente a questão da segurança. Tem alguns flanelinhas que são educados, mas tem alguns que infelizmente não, e acabam intimidando os motoristas na hora de estacionar o carro na rua. É bem complicado”, declarou.

A aposentada Elisabete Lucena Marques também foi abordada pela equipe da ação educativa e recebeu orientação de como utilizar corretamente o cartão da Zona Azul. “Ainda não sabia como usar o cartão, mas agora já aprendi”, afirmou.

Outra cidadã que recebeu informações do Setor de Educação para o Trânsito da Urbes foi a professora Cristiane Almeida. Ela já sabia que a Zona Azul começaria a funcionar em Sorocaba, mas tinha dúvidas sobre como utilizar o cartão. “É bem simples e acredito que desta forma vamos encontrar mais vagas aqui no Centro. Venho sempre para cá e sofria com isso e hoje já estou vendo algumas vagas disponíveis que não havia antes”, comemorou.

 

Como funciona a Zona Azul

A partir de agora, ao estacionar o carro em uma das vagas de estacionamento rotativo, o motorista deverá utilizar uma folha de Zona Azul, devidamente preenchida, e colocar no painel do veículo de forma visível para a fiscalização de agentes de trânsito.

A obrigatoriedade do uso do cartão ocorrerá de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e sábado, das 9h às 13h. Os cartões são válidos por até 2 horas, podendo ser utilizados até 2 cartões de 1 hora, de acordo com o prazo estabelecido nas placas de sinalização. De acordo com a Urbes, é importante que o munícipe esteja atento ao tempo máximo de permanência no local. Após o fim do prazo, o veículo deve ser retirado da vaga.

Já os veículos de propriedade, utilizados ou a serviço de pessoas com deficiência são isentos do pagamento da Zona Azul no período máximo de duas horas. Para isso, o veículo deve estar devidamente identificado com a credencial especial emitida pela Urbes. O benefício é cedido através da lei municipal nº 5.270, de 11 de novembro de 1996.

Para adquirir o talão da Zona Azul, basta o munícipe se dirigir a um dos postos de venda autorizados distribuídos em todas as regiões da cidade, principalmente no Centro, em bancas de jornais, papelarias e outros estabelecimento, além do Terminal São Paulo (TSP), na sede da Urbes e nas seis Casas do Cidadão: Ipiranga, Éden, Nogueira Padilha, Itavuvu, Ipanema e Brigadeiro Tobias.

O estacionamento rotativo é regulamentado pelo Código de Trânsito Brasileiro – CTB (lei federal nº 9.503/97) e pelo decreto municipal nº 22.268, de 5 de maio de 2016. Segundo o artigo 181, XVII, do CTB, o condutor que descumprir as regras para o estacionamento rotativo comete infração grave (5 pontos na CNH), multa no valor de R$ 195,23 e remoção do veículo. São infrações de trânsito estacionar nos locais definidos como Zona Azul de forma irregular, sem o devido pagamento e com excesso de prazo permitido para o local.

Mais informações podem ser obtidas no site da Urbes: https://www.urbes.com.br/zona-azul-sobre, pelo Fale Conosco (site) ou ainda pelo telefone 118.

 

Programação

Dia 21 (terça-feira)
Locais: Rua Arthur Gomes, Rua Professor Toledo, Rua Sete de Setembro e Rua Miranda Azevedo
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 22 (quarta-feira)
Locais: Rua da Penha, Rua José Bonifácio, Rua Doutor Álvaro Soares e Rua Anita Garibaldi
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 23 (quinta-feira)
Locais: Rua Monsenhor João Soares, Rua Souza Pereira, Rua Leopoldo Machado e Rua Rodrigues Pacheco
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 24 (sexta-feira)
Locais: Rua Brigadeiro Tobias, Rua Ubaldino do Amaral, Rua Senador Feijó e Rua Visconde de Porto Seguro
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 25 (sábado)
Locais: Rua da Penha, Rua Sete de Setembro, Rua Álvaro Soares e Rua Monsenhor João Soares
Horário: 9h às 12h

Dia 27 (segunda-feira)
Locais: Rua Nogueira Martins, Rua Santa Clara, Rua Doutor Arthur Martins e Largo São Bento
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 28 (terça-feira)
Locais: Rua Treze de Maio, Praça Frei Baraúna, Rua José Antônio Ferreira Prestes, Rua Coronel José Loureiro
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 29 (quarta-feira)
Locais: Rua Sarutaiá, Rua Rosália Speers, Rua Voluntários de Sorocaba e Praça Doutor Ferreira Braga
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 30 (quinta-feira)
Locais: Rua Arthur Gomes, Rua Professor Toledo, Rua Sete de Setembro e Rua Miranda Azevedo
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 31 (sexta-feira)
Locais: Rua da Penha, Rua José Bonifácio, Rua Doutor Álvaro Soares, Rua Anita Garibaldi
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 1 de abril (sábado)
Locais: Rua da Penha, Rua Sete de Setembro, Rua Álvaro Soares e Rua Monsenhor João Soares
Horário: 9h às 12h

Dia 3 de abril (segunda-feira)
Locais: Rua Monsenhor João Soares, Rua Souza Pereira, Rua Leopoldo Machado e Rua Rodrigues Pacheco
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 4 de abril (terça-feira)
Locais: Rua Brigadeiro Tobias, Rua Ubaldino do Amaral, Rua Senador Feijó e Rua Visconde de Porto Seguro
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 5 de abril (quarta-feira)
Locais: Rua Nogueira Martins, Rua Santa Clara, Rua Doutor Arthur Martins e Largo São Bento
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 6 de abril (quinta-feira)
Locais: Rua Treze de Maio, Praça Frei Baraúna, Rua José Antônio Ferreira Prestes e Rua Coronel José Loureiro
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 7 de abril (sexta-feira)
Locais: Rua Sarutaiá, Rua Rosália Speers, Rua Voluntários de Sorocaba e Praça Doutor Ferreira Braga
Horário: 9h às 11h e 13h às 15h

Dia 8 de abril (sábado)
Locais: Rua da Penha, Rua Sete de Setembro, Rua Álvaro Soares e Rua Monsenhor João Soares
Horário: 9h às 12h

Tags:, ,