Endereço: http://agencia.sorocaba.sp.gov.br/condicao-de-imoveis-choca-equipe-de-limpeza/
Acessado em: 15/07/2024 - 20h04

Condição de imóveis choca equipe de limpeza


 

 Por meio de novas liminares que garantem acesso aos imóveis fechados, ou cujos proprietários recusam vistoria preventiva da dengue, a Prefeitura de Sorocaba abriu mais duas casas

Até mesmo quem está acostumado a lidar com sujeira, entulho e lixo ficou chocado com a cena que encontrou, na manhã desta segunda-feira (6), nos imóveis revisitados para limpeza de combate ao foco do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti.

Uma equipe, composta por servidores da Secretaria de Serviços Públicos (Serp) e da Divisão de Zoonoses da Secretaria da Saúde (SES), promoveu a retirada de todo tipo de objetos e dejetos de duas casas da Rua Ricardo Severo, na Vila Assis, alvo de liminar de permissão de entrada, na semana passada, visto que seus moradores abandonaram os locais.

Monitorados pela Divisão de Zoonoses da Secretaria da Saúde, justamente pelos indícios de abandono, os imóveis foram encontrados em situação de total bagunça. Por todos os cômodos das casas havia caixas, roupas velhas, eletrodomésticos velhos, aparelhos eletrônicos, madeira e móveis se desfazendo. Além disso, os trabalhadores encontraram restos de todo tipo de animais e muitas fezes. O ambiente propiciou, ainda, o criadouro de vespas, ratos e animais peçonhentos. 

Num primeiro momento, foi retirado o equivalente a um caminhão de lixo, mas a expectativa é de que serão necessários outros três para limpeza total da área. Após a retirada de toda a sujeira os imóveis serão lavados e desinfetados pela Serp. 

O cumprimento das liminares concedidas foi acompanhado por oficiais de Justiça e com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM). Até agora são sete liminares obtidas na Justiça e que permitiram à Prefeitura o acesso e limpeza de locais com evidentes criadouros do mosquito causador da dengue. 

As ações cautelares para que a Zoonoses possa adentrar às  residências abandonadas ou nas quais os moradores impediram a inspeção é resultado da determinação do prefeito Antonio Carlos Pannunzio, para a adoção de todas as medidas possíveis para prevenir a doença e conter o seu avanço.