Endereço: https://agencia.sorocaba.sp.gov.br/gestao-crespo-realiza-primeiro-dia-de-forca-tarefa-em-combate-aos/
Acessado em: 16/07/2019 - 06h10

Gestão Crespo realiza primeiro dia de força-tarefa em combate aos escorpiões

Por: Marcelo de Almeida Júnior - marcalmeida@sorocaba.sp.gov.br

As primeiras ações de combate aos escorpiões na cidade de Sorocaba iniciaram nesta manhã de sexta-feira (14). Após determinação do prefeito José Crespo, a Secretaria da Saúde (SES), com apoio das secretarias de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo) e Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), além do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), iniciaram as atividades. Trabalhos foram intensificados como visitas de casa a casa, roçagem, retirada de entulhos em áreas públicas e monitoramento de rede de esgoto obstruída, do descarte irregular de esgoto e de áreas próximas de córregos na região do bairro Vila Helena.

Com a presença do secretário da Serpo, Fábio Pilão, as equipes se encontraram na Unidade Básica de Saúde (UBS) Rodrigo, para se planejarem e iniciarem os trabalhos. A divisão de Zoonoses, através das equipes de agentes, visitaram inúmeras residências para verificar condições favoráveis da proliferação do escorpião e também para passar as orientações à população. Algumas UBSs realizaram nesta sexta-feira ações de sensibilidade e conscientização sobre o tema aos pacientes que passavam pelas unidades. Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) receberam uma capacitação que tratou de arboviroses (dengue, chikungunya, zika e febre amarela) e sobre animais sinantrópicos (escorpião, morcego, rato e etc).

A equipe da Serpo recolheu cinco caminhões de entulhos para evitar não só a proliferação do escorpião, mas também do mosquito Aedes aegypti. Já a equipe da Sema iniciou a roçagem da UBS Rodrigo. O Saae realizou a limpeza de bocas de lobo. Outra ação intersetorial envolvida é da Secretaria Comunicação e Eventos (Secom), que está realizando uma campanha nas redes sociais com posts e vídeos para que a população possa estar melhor informada sobre o assunto.

De acordo com a SES, as atividades serão continuadas na próxima segunda-feira (17) e após a conclusão do trabalho nesta região, será divulgado as próximas regiões a receberem a intensificação de acordo com a vulnerabilidade de proliferação de escorpiões.

Para a secretária da Saúde, Dra. Marina Elaine Pereira, é muito importante a colaboração da população em conjunto dessa força-tarefa. “Precisamos que a população não jogue entulho em locais públicos, isso traz um grande dano à saúde pública. E caso alguém encontre um escorpião, acione a Zoonoses do modo correto, pois isso facilita o monitoramento e trabalho do órgão competente”, enfatiza a secretária.

Orientações à população

No caso de uma pessoa ser picada por um escorpião, a Zoonoses orienta que procure atendimento médico imediato, seja nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Prontos-Atendimentos (PAs), Unidades Pré-Hospitalares (UPHs) ou Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). Nestas unidades, o médico vai definir qual vai ser a conduta a ser tomada. Se for a indicação de soro antiescorpiônico, é feito encaminhamento ao CHS.

Se o animal for encontrado, a Zoonoses destaca duas alternativas: a primeira é tentar matá-lo de modo “mecânico”. Tem que tentar matar com vassoura, chinelo, como der. É recomendável que o escorpião seja colocado em um frasco e levado à Zoonoses. É possível, também, acionar a Zoonoses por meio do canal 156 ou pelo site da Prefeitura: http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento/#/Home/Solicitacao ou ainda procurar uma das Casas do Cidadão para registrar a ocorrência.

Em seguida, uma equipe técnica vai ao local, faz a inspeção da área e monitora o porquê da infestação. O aracnídeo é resistente ao uso de inseticida, ao contrário do que muitos pensam. É ineficaz aplicar. Eles são muito resistentes, conseguem ficar meses sem se alimentar, em condições adversas.

#MuitoMaisPorSorocaba!