Prefeitura de Sorocaba deve ser parceira do Programa Smart Campus Facens

 

A iniciativa propõe, por meio de projetos, o desenvolvimento de tecnologias e mudanças culturais voltadas ao conceito de Cidades Inteligentes

O prefeito Antonio Carlos Pannunzio recebeu no final da tarde de segunda-feira (26) a visita de integrantes do Programa Smart Campus Facens, um programa desenvolvido pela Facens com apoio do Massachussetts Institute of Technology – MIT (um dos principais centros de estudo e pesquisa em ciências, engenharia e tecnologia do mundo) para apoiar a formação de profissionais de engenharia da faculdade capazes de identificar oportunidades dentro do conceito de Cidades Inteligentes. Estiveram no gabinete do prefeito quatro alunos do MIT, o empresário Antonio Roberto Beldi – presidente do Grupo Splice e mantenedor da Facens – além do vice-diretor da Faculdade, Paulo Carvalho. 

O grupo apresentou o programa ao prefeito, acenando com possível parceria com o Poder Público Municipal para o desenvolvimento de projetos locais baseados no conceito de Cidades Inteligentes. “É um privilégio receber a visita de estudantes de uma das três melhores universidades na área de engenharia do mundo. E a Facens já fez muito por nossa terra. Este projeto nos interessa muito, tenho certeza que isto será um embrião para um projeto ainda maior que estamos buscando para a nossa cidade”, afirmou o prefeito.

Durante a visita, Pannunzio falou sobre o que Sorocaba vem realizando em inovação, como o Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), inaugurado em 2012, que reúne em um mesmo ambiente os laboratórios de pesquisas de universidades e empresas buscando conhecimento e tecnologia. “Com tudo isto, esperamos dar condições para mudar o tratamento que o município tem atualmente. Hoje somos um município industrial. Com o Parque Tecnológico, a Facens e outras universidades, esperamos dar um grande salto e nos tornarmos uma cidade tecnológica”, enfatizou.

        

Sobre o Smart Campus Facens

O Smart Campus Facens utiliza o campus da faculdade de Sorocaba como local de prototipagem para transformação de problemas reais em soluções aplicáveis no contexto urbano, alinhando-as às necessidades e desafios do Brasil para as próximas décadas. A iniciativa atua em oito eixos: Qualidade de Vida; Energia; Recursos Naturais; Conectividade; Educação; Mobilidade e Segurança; Construções; e Núcleo Facilitador.

Na visita ao prefeito, os representantes do programa apresentaram um o Redutor de Vazão (do eixo Recursos Naturais) que diminui o fluxo de água das torneiras, reduzindo o consumo em até 70%.

Outra ferramenta apresentada foi o Solciolar (do eixo Qualidade de Vida) que está em fase de testes. Trata-se de aquecedores solares de baixo custo, fabricados com produtos recicláveis como garrafa pet e caixas de leite longa vida. A ideia é fornecer os kits para a população carente e passar este conhecimento aos alunos de escolas públicas da cidade através de oficinas práticas. “A nossa ideia é investir em resultados e podemos transformar a nossa cidade”, destacou Beldi.

Já o BigData Plano de Estudos (do eixo Educação) é uma ferramenta para identificar o melhor plano de estudos de cada aluno para o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem, ou seja, através de um aplicativo divertido e “gameficado” com recompensas aos desafios alcançados, ajudar o aluno a estudar individualmente.

 

Tags:, , ,