Endereço: http://agencia.sorocaba.sp.gov.br/prefeitura-recebe-r-69-milhoes-em-devolucao-de-parte-do-orcamento/
Acessado em: 29/11/2022 - 15h03

Prefeitura recebe R$ 6,9 milhões em devolução de parte do orçamento da Câmara

Por: Marcelo Andrade – maransantos@sorocaba.sp.gov.br

Foto: Alexandre Lombardi - alombardi@sorocaba.sp.gov.br

 

A Prefeitura de Sorocaba recebeu, no início da tarde de quinta-feira (26), a devolução de mais R$ 6,9 milhões por parte da Câmara Municipal. Os recursos são resultado da economia realizada pelo poder Legislativo durante o ano de 2019 e foram entregues através de um cheque à chefe do Executivo sorocabano.

A prefeita Jaqueline Coutinho recebeu o cheque simbólico das mãos do presidente do Legislativo, o vereador Fernando Dini (MDB), em cerimônia realizada na sala da presidência, na Câmara Municipal. O evento contou com a presença dos secretários municipais e de vereadores.

Somando os recursos já antecipados no mês de agosto, quando houve repasse de R$ 2,5 milhões, o total de verba destinada pela Câmara à Prefeitura em 2019 chega à R$ 9,4 milhões, o maior valor já devolvido na história do Legislativo, destacou o presidente da Casa, Fernando Dini.

A prefeita Jaqueline Coutinho agradeceu o empenho dos vereadores e dos servidores da Câmara na economia de recursos. “Nós conversamos muito. Eu e o presidente da Câmara temos laços estreitos no sentido de que caminhemos juntos, poderes Executivo e Legislativo, sempre com um escopo único que é reverter essa irmandade e parceria em prol da população”, disse.

Já o presidente da Câmara informou que para 2020 vai empenhar outros R$ 9,7 milhões, totalizando quase R$ 20 milhões de economia durante a legislatura 2019/2020. “É um momento histórico e responsável, mostrando que estamos em consonância com a realidade do nosso povo”, disse Fernando Dini, que solicitou à prefeita que a verba seja utilizada na área da saúde.  A solicitação será atendida, garantiu a prefeita, que aproveitou a oportunidade para afirmar que a Prefeitura vai fechar o ano sem déficit.