Endereço: http://agencia.sorocaba.sp.gov.br/saude-divulga-numeros-atualizados-da-dengue-e-o-novo-indice-larvario-de-sorocaba/
Acessado em: 19/05/2024 - 04h34

Saúde divulga números atualizados da dengue e o novo índice larvário de Sorocaba 

 

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), por meio da Área da Vigilância em Saúde, divulgou nesta terça-feira o novo boletim que mostra a atual situação epidemiológica da dengue no município. Além dos números de casos da doença registrados até o dia 30 de outubro na cidade, também foi apresentado o resultado da Avaliação de Densidade Larvária (ADL), realizado no mês passado.

De acordo com o boletim, desde o início do ano até o dia 30 de outubro, foram confirmados 318 casos de dengue em Sorocaba, sendo 207 autóctones e 111 importados. A Vigilância em Saúde continua em alerta porque historicamente em Sorocaba, o período compreendido entre os meses de julho e novembro era considerado “silencioso”, ou seja, sem transmissão da doença na cidade. Porém, neste ano, nestes mesmos meses de temperaturas mais amenas e menor pluviosidade, novos casos continuam surgindo.

Já o levantamento realizado pela Seção de Controle de Zoonoses, aponta que a infestação do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, está em estado de alerta em três Regionais da SES e com valores considerados satisfatórios nas outras três (ver boletim em anexo). O índice geral de Sorocaba é considerado satisfatório.

“Apesar de três Regionais da SES apresentarem índices satisfatórios – Norte, Noroeste e Sudoeste –, também foram observados criadouros do mosquito nestas áreas. Por isso, reforçamos que as medidas preventivas contra o mosquito da dengue não podem parar. Todos os sorocabanos devem combater o Aedes aegypti, eliminando todo e qualquer tipo de material que possa acumular água e, assim, tornar-se um criadouro”, orienta a diretora da Área de Vigilância em Saúde da SES, Daniela Valentim dos Santos.